Março, o mês de nascer e renascer...

 

 

            É hoje, o dia dela, dia 18/03, dia em que me tornei mãe pela primeira vez... E 3 anos atrás chegava Helena, minha pequena, minha flor, minha menina, meu amor... Chegou pra me mostrar mais eu mesma, pra me cutucar em cada característica minha, boa e ruim, pra me mostrar o quanto é lindo e difícil quase ter que conviver comigo mesma! Ah, me encantou, e tornou o mês de março consagrado ao nascimento em minha vida. Mês de celebrar...
           Com ela, na verdade antes dela, mas vinculada a vontade de ter um filho, nasceu também a vontade de ter um blog... Nossa, desde o primeiro instante, quando pensava e programava a gravidez, comecei, acho que como toda mãe de hoje em dia, olhar sites, ler blogs, buscar informações que me ajudassem nessa tarefa sagrada que é dar à luz, no sentido mais amplo da palavra, a um ser nessa vida...Chegou Helena, mas a ideia do site ficou lá, latente, e pela dúvida entre o que deve ou não ser exposto na rede virtual, a ideia do site foi substituída por um caderno de memórias, onde pudesse registar meus sentimentos, minhas dúvidas, meu amor, a maternidade em todos os aspectos. Um caderno o qual um dia, minha filha pudesse ter acesso, caso eu não estivesse mais por perto, a toda sua história, desde antes de sua concepção.
          Adorei o caderno, mas a vontade de compartilhar continuou por aqui. E tenho descoberto, a cada dia, que essa vontade está presente no coração de muitas outras mães (não é verdade, amigas do Co-lar?).
         Março foi o mês planejado para ter Helena: nós e nosso planejamento e praticidades: mês bom pra escola, mês bom para licença maternidade por não atrapalhar o semestre no trabalho, era esse o mês... E assim chegou Helena, entrando no esquema da família desde cedo... rss...
         E, sem tanto planejamento assim, um ano atrás chegou Apolo... no dia que escolheu, dia quase profético (será?) mas chegou em 03/03/2013, às 13 horas... Ah e eis que sim, março se consolidava como o mês da vida em nossa casa.
         Na expectativa já do próximo bebê (o terceiro, de talvez 4 filhos) começamos a nos organizar... porque não ter outro filho no mesmo mês? “Na semana do meio”, brincou o marido, já que a diferença dos dois é de 15 dias...
         E então, essa semana, três dias atrás, na véspera do que era para ser o dia da comemoração da vida em nossa casa, de repente, minha mãe volta para sua verdadeira vida, e ficamos aqui, sem chão, sem entender... Nossa, quanta coisa a ser processada, digerida, apaziguada... E o mês da vida? E o filho da semana do meio, agora que a semana do meio foi preenchida de forma tão doída...?
           Então, pensando, descobri que março é mesmo para ser o mês, mais do que da vida, o mês da maternidade em minha vida. É o mês em que meus filhos vieram ao mundo, mas antes de mim, também foi o mês que minha mãe se tornou mãe pela primeira vez, do meu tão amado irmão... É, agora é também um mês de despedida. Mas na tentativa de que a vida, e tudo o que ela traz consigo, incluindo a experiência mais fantástica que é a oportunidade de se tornar mãe, nasce hoje, como homenagem aos meus filhos, e, sobretudo à minha mãe, um blog, e esse, que é para ser seu primeiro post. Tudo o que estamos passando não contribui para que sua parte operacional esteja pronta, mas esse tinha que ser o dia... e milhares de conteúdos pipocam por aqui, em minha cabeça, em meu coração de mãe, de filha, na ânsia de compartilhar tudo o que envolve esse mundo de ser mãe-e-filho, filho-e-mãe!
          Felicidades minha filha, esse blog (por enquanto com endereço temporário), hoje com algumas das melhores recordações da sua avó, é também um presente para você! 

 

 

(62 likes)

Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now