Quando as pessoas descobrem que era melhor terem ficado caladas! Lidando com bom humor nas situações

Situação 1 Sexta-feira, um dia antes de parir, eu com a barriga imensa, almoço no restaurante que costumo frequentar praticamente todos os dias. Sábado, parto lindo, e eu me sentindo ótima, disposta, magra ... quase a princesa Kate Middleton! Três dias depois de parida, terça-feira, deixo o bebê em casa (dormindo e super bem cuidado tá?!) e, me sentindo o máximo, vou com o marido lá, no mesmo restaurante. Eis que, quando vou pesar o almoço, a funcionária do restaurante vira pra mim e diz: “nossa, ainda não nasceu?!” ... ... ... Olho para ela com cara de: “hein?!” Ela tenta tecer um comentário para consertar a situação, enquanto eu, desconsolada, já saía para a mesa... E depois não sabem porque existe depressão pós-parto... Rsss... Situação 2 Em uma loja, eu com Ulisses no colo, ele vestindo um body listradinho de vermelho. A moça vira e diz: nossa que menina linda! Eu simplesmente agradeço! Ulisses não sei se agradecendo ou protestando solta um: “Ahhhh” e brinca com a moça! Ela então diz: Nossa, que voz grossa ela tem! Vai ser cantora! Eu: seguro minha vontade incontrolável de rir, dou uma risadinha sem graça, e continuo olhando as coisas. Juro que tentei não matar ela de vergonha... até o momento em que não teve jeito e ela perguntou: Qual o nome “dessa menininha linda?!” Rsss...

E vocês, já passaram por soluções nas quais a melhor saída foi rir?! Compartilhe com a gente!

#MaternidadeReal

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now