Dance, Baby... Dance!

        Ulisses dançou na barriga! Esperamos, já passadas 40 semanas de gestação, ansiosos, o início das aulas de dança para gestantes, sob orientação de uma professora-amiga-mãe, oferecidas de forma gratuita, por um clube do qual somos sócios.
        Nossa primeira e última aula de dança para gestante foi numa quinta-
feira, dois dias antes do Ulisses nascer! Foi só uma aula, mas foi intensa e mágica! A proposta da aula de dança é uma maior conexão da mãe com o bebê! Na aula que participamos tivemos um momento de expressar por desenho, aquilo que estávamos sentido... É difícil de acreditar, mas meu desenho foi a representação da cena do meu parto, exatamente da forma como ele foi! Abstraindo minha incapacidade artística,o desenho de uma cachoeira (chuveiro), formando um lago redondo (piscina), no qual um barquinho flutuava tranquilo (Ulisses). Foi isso que me veio a cabeça ao desenhar, na sintonia barriga-bebê-música-dança! Legal né?!
         Quando Ulisses nasceu, fiquei doida pra passar a frequentar as aulas de dança para mamães com bebês, nessa mesma proposta! E com 45 dias, lá estávamos nós dois, dançando juntos, toda semana, desde então!
         Além de ter sido um momento nosso, e de interação com outras mães, tão importante nessa fase que é o puerpério, a proposta da dança foi também uma oportunidade para a autorreflexão. Cada aula tinha um tema, e ao dançar e se entregar ao processo, se tornou uma possibilidade e tanto para trabalharmos os nossos dilemas diários e existenciais...


         Nesses quase 6 meses de dança, foram muitos temas: chuva, coração, arco-íris, sol, primavera, anjos, pedras, saudade... Em cada aula, a abertura para a cura de uma ferida, a porta para extravasar uma alegria, a energia renovada para mais uma semana de uma rotina pra lá de gratificante, que é cuidar de um bebê, mas também bastante exaustiva!
           E foi na dança que nos encontramos nessa vida de slingar: se nas primeiras aulas ficava perdida naquele monte de panos, hoje já estamos craques na amarração.
       Foi também na dança que fizemos novos amigos: mamães, bebês que vimos crescer com a gente... e o que dizer das “tias” monitoras do Clube que acompanham e são responsáveis pelo projeto?! Nos apaixonamos por elas!
         Agora é hora de voltar ao trabalho, e nossas manhãs não mais estarão disponíveis para partilhar desse momento! Dançamos hoje a gratidão e o reconhecimento de que transformações são necessárias, fazem parte do nosso crescer...
 
      Fica o nosso agradecimento, meu e do Ulisses por todos esses momentos mágicos! Ampliamos a trilha sonora da nossa existência... O vínculo criado ali permanecerá para sempre! E para todos os que estiveram conosco, esperamos nos reencontrar sempre por aí, na dança da vida... 
       Fica também a dica, para gestantes, mamães de bebês e casais que queiram dançar com as crias! Vale DEMAIS da conta viu gente!

 

96 likes

Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now