Energia gravídica!

          Adoro, amo, sou encantada por mulheres grávidas.
        Desde pequena ficava me imaginando com aquela barriga linda, brilhante, estufada! Chegava a ficar pensando... “Será que eu vou deixar a barriga de fora, ou vou usar roupas que tampam a barriga?” “Nossa, a barriga é tão linda para ficar escondida sob a roupa... Mas a barriga de fora parece que expõe tanto o bebê...”...  
        Mas sabe o que eu acho mais interessante? Para mim, grávidas emanam uma energia diferente! Parece que toda a vida que está sendo criada ali transborda e cintila...
        Num sei bem como explicar isso, mas sei que acontece. Como eu sei? Bom, vou compartilhar com vocês o caso de agora, mas nas minhas outras duas vezes que engravidei, passei por experiências bem parecidas.
        Desta vez, exatamente um dia depois que havia confirmado a gestação, ocorreram simplesmente três, sim três situações no mínimo intrigantes...
   
    A primeira delas: estava fazendo tratamento de acupuntura e já tinha ouvido falar que há alguns pontos que não podem ser ativados quando se está esperando um bebê. Apesar de a nossa decisão ter sido não contarmos para ninguém, por um tempo, que estávamos grávidos de novo, achei que, nesse caso, era importante mencionar o fato para o médico, mesmo porque, como ele é chinês (taiwanês? ou algo do tipo!),  e nem fala nem entende português, achei que ele não contaria mesmo para ninguém... Rss... 
         Então, lá na sala, antes da seção começar, o médico ficou um tempo conversando – em mandarim?! - com a esposa dele, que o assessora nos tratamentos. Depois que terminaram a conversa e a sessão ia começar, tentei me comunicar, primeiro em inglês, depois com gestos, que estava grávida. O médico, como das outras vezes que eu quis comunicar alguma coisa, antes mesmo de tentar entender, foi, em disparada, chamar sua tia, que o ajuda na comunicação com os pacientes quando é preciso. Ela entende e fala um pouco de português. Então contei para ela que tinha acabado de fazer o exame e descoberto que estava grávida. Ela transmitiu a mensagem, o médico falou algumas coisas para ela, e ela, com uma cara de surpresa, me deu o retorno: “Ah, ah, que interessante, doutor conversa com ela agora e conta que você grávida”... 
        Olha que legal: a conversa que ele estava tendo com a esposa era justamente sobre o fato de eu estar grávida. Estranho? Nesse caso nem tanto: a consulta para identificar os pontos debilitados do organismo é feita pela análise do pulso, apenas isso. Bom, daí, se pelo pulso eles identificam se o seu estômago está doente, ou qualquer coisa do tipo, obviamente não deve ser muito difícil identificar que uma mulher está grávida, né?!
        Segundo caso, do mesmo dia: logo depois da consulta com o médico acupunturista, fui trabalhar. Eis que, chegando lá, um amigo de trabalho bateu o olho em mim e disse: “Nossa, você está diferente. Sua energia mudou! Você sabe que eu sinto as coisas né?! Então, estou até arrepiando.” 
        Doido né?! Como a ideia inicial não era compartilhar ainda a notícia da gravidez, comentei que tinha acabado de chegar da acupuntura, que estava me fazendo muito bem! Mas, para mim, sem dúvida, o que ele sentiu, foi a minha energia de grávida!
        A terceira situação foi mais específica. Chego do trabalho, nesse mesmo dia, à noite, e quando vou colocar o celular para carregar vi que tinha mensagem de uma amiga, que mora simplesmente há 1000 quilômetros daqui. Transcrevo a mensagem porque parece meio inacreditável: 


“22h55
OIE, tudo bem por aí??? Sonhei com vc esses dias. Advinha?! 
Eu entrei em trabalho de parto, tive o bebe, e no mesmo dia vc entrou em trabalho de parto e eu fiz seu parto.. hhehe... era menina lindaaa, como a Helena e o Apolo. 
Saudades. Um forte abraço pra vcs
Ah!!! Sonhei, e depois fiquei pensando será que já temos novidades???? 
Bjusssss”.


Incrível não?! A energia gravídica é mesmo algo encantador! 

 

(61 likes)

Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now