Presente!

     Chegando dia das Mães, uma semana intensa e agitada por aqui, e vontade de compartilhar coisas boas para mudar o clima... 
     Uma vez, ouvi de uma amiga, que filho é um presente que Deus coloca em nossas vidas.
     Entretanto, a palavra presente me inquieta, porque, como já falei aqui em outro post, não acho que os filhos sejam nossos, vejo-os mais como empréstimo, por um período de tempo que, claro, a gente gostaria que fosse infinito.
     Por outro lado, a palavra presente me remete também a outra coisa ...  
     Qual imagem eu tenho quando penso e
m um presente? Quando penso nisso, me vem à mente a imagem de uma caixa grande, de papel branco com bolinhas vermelhas, envolta por um laço de fita bem bonito, exatamente como o que eu coloquei aqui em cima!
     Filho é bem isso pra mim também, algo grandioso, lindo, e ao mesmo tempo, que traz consigo o desconhecido.
     Na época em que estava grávida, nunca consegui nem tentar imaginar que serzinho que era aquele que estava ali dentro de mim. Apesar da tecnologia disponível hoje em dia, dos ultrassons 4d, e tudo mais, mesmo pra quem recorre a isso (que não foi o meu caso), e por mais desenvolvida que esteja a ciência, um bebê é uma surpresa, em sua fo
rmação física mais específica, em termos de personalidade, mas muito mais ainda em termos de oportunidade que nos oferece de crescimento interior... Oportunidade que nos instiga a sermos pessoas melhores, a tentar acertar, a exercitar o amor, a compreensão, a paciência e mais um monte de outros atributos.  
     Não me considero um exemplo de mãe... aliás, nem de mãe nem de coisa nenhuma... Mas há muitos exemplos de vida, em diferentes aspectos, que procuro seguir. E pensando nisso, gostaria de compartilhar com vocês dois que me tocaram profundamente desde o primeiro instante em que os “conheci”...
     Um dos períodos em que mais acessei a blogosfera materna foi quando estava de licença maternidade da minha primeira filha.
     Mãe de primeira viagem, tinha muitas dúvidas (não que agora não as tenha! rsss), e, a internet se tornou uma boa ferramenta para os mais variados assuntos.
    Além disso, estava escrevendo minha tese de doutorado, o que me exigia longos períodos no computador. Mas... quem é mãe, ou quer ser, especialmente de primeira viagem, sabe o quanto esse universo materno é contagiante: é difícil pensar, falar, fazer outra coisa que não esteja relacionada a isso. Então, nos momentos em que estava cansada de ler artigos científicos e rodar dados, lá estava eu, na blogosfera materna!  E foi assim que conheci "intimamente" duas pessoas que, para mim, se tornaram efetivamente um exemplo, de mãe, e, sobretudo de aproveitamento ao extremo das infinitas possibilidades que um filho pode representar em nossas vidas.
     A primeira mãe, Joana, muita gente deve conhecer. Ela esteve bem presente na mídia em 2012, quando o STF estava votando a interrupção de gravidez de bebês anencéfalos. Joana, mãe de Vitória (e agora também do Benjamin!), escritora do blog "Amada Vitoria de Cristo". Foi justamente por meio de uma reportagem que vi a seu respeito na internet, e, logo depois na TV, que cheguei até seu blog e, a partir daí, passei a segui-lo e acompanhar sua história de vida e de mãe.
   Joana me tocou em muitos aspectos. Primeiro pela sua aceitação, ao receber o seu presente, Vitória, um bebê com diagnóstico de acrania, de braços e coração aberto. Me tocou pela sua fé, que emana mesmo para aqueles, como eu, que nunca a viram pessoalmente. Me tocou pela força guerreira de mãe, que a fez lutar pelo nascimento de Vitória, e, no dia-a-dia, para superar os obstáculos a fim de garantir uma vida feliz para sua filha. Me tocou pela sua luta e disponibilidade, de levar à outras mães, apoio e informação para que elas também pudessem dar a oportunidade a seus filhos de nascerem e viverem como aconteceu com Vitória. Me tocou por tantas coisas que nem sei dizer... Para que vocês possam entender um pouco, indico aqui um dos textos mais lindos que eu já li na vida, um post do blog, "A Lição do Tic-Tac", no qual é possível perceber tudo isso e muito mais, em uma abundância de sensibilidade e amor...
     A segunda mãe, Carolina, confesso que não sei como cheguei ao seu blog "VidAnormal". Sei que simplesmente não consegui parar até acabar de ler todas as postagens. Quando penso na imprevisibilidade da vida e na necessidade de aproveitá-la intensamente, muitas vezes me vem automaticamente à mente a imagem de Ana Luiza, sua filha. Pra mim Carolina é um exemplo de força e coragem. De fé e de desprendimento. De amor e disponibilidade. Nas noites em que acordei com a minha filha pequena chorando, sem querer dormir, foi pensando nela, em suas noites em claro, que encontrei o discernimento para agradecer à Deus pelo presente a mim concedido ao invés de reclamar. Carolina é também, e, especialmente, exemplo de prestatividade e de luta, que vocês podem conhecer melhor se acessarem o site do Instituto ALGUÉM.
     Olhando para a história dessas duas mães, acho que elas aproveitaram ao máximo as oportunidades que um filho pode nos trazer. A possibilidade de crescimento interno e de um amor que, ainda que tocado pela dor, transborda e derrama sobre a vida de outras pessoas, e se torna potencial transformador na vida de tantas outras mães. Algumas de forma indireta, mas profunda, como foi na minha. Mas em outras tantas, de forma muito mais intensa e concreta, salvando as vidas de bebês que, pelo exemplo e esclarecimento da Joana, não tiveram sua a gravidez interrompida; e a vida de muitas crianças, que, pela iniciativa da Carolina (e de todo pessoal do Instituto ALGUÉM), puderam ter tratamento digno e rápido contra o câncer.
     Mesmo que o tempo que Deus tenha concedido às duas para desembrulhar seus próprios presentes tenha sido  pequeno, pra mim, Carol e Joana abriram caminho para que muitas outras mães pudessem, nesse dia das mães, abraçar o seu presente...  

 

E por falar em presente, a gente também pode contribuir,

nem que seja financeiramente, para outras mães.

O Instituto ALGUÉM realiza um trabalho sério, e é possível apoiá-los!!!

Se tiverem interesse acessem http://alguem.org/
 

 

(41 likes)

 

Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now